Wednesday, September 21, 2005

Saudade



Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas as vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida

(Clarice Lispector)

2 comments:

Anonymous said...

Estavam os dois
Ali,
Sobre pedras côncavas,
E estavam tranquilos
Pois sabiam
Que se se abaixassem
Se esconderiam de toda a humanidade.

Arthur Miró said...

opiniática cinemática da opinião estática do coração um pendão de esperança a saudade é um motor é a cinética da distância de uma paixão.
beijos gabi.